Resenha: |Hathor|

Editora: Novo Século
Autor: Markus Thayer
Número de páginas:235
Avaliação:

(Skoob)

Sinopse 

Inglaterra, 1856
John McBrian é aluno em uma renomada faculdade de Cambridge. Entretanto, sua vida pacata de estudante está prestes a mudar. O que a princípio parecia ser apenas um trabalho de escola coloca o jovem inglês em extremo perigo.
Um mistério intrigante, fenômenos inexplicáveis e mensagens criptografadas levam John a cruzar o oceano, onde seu destino o aguarda. 

 Resenha

            
         John estuda na faculdade de Cambridge. Em busca de livros para seus trabalhos, ele e seu amigo Willian vão à biblioteca. Para finalizar seus trabalhos leva para casa um livro antigo, porém, ao chegar em casa, percebe que existem duas páginas do livro coladas, meio que formando um envelope,  e que dentro tem, o que parece ser, uma folha. Curioso com a situação leva o livro para seu professor em busca de respostas.  Sir Stwart, seu professor, também pensativo sobre a situação incomum, desgruda os dois papéis e descobre que tem um mapa entre as folhas. O professor e o aluno procuram entender o mapa, suscitando inúmeras perguntas sem respostas.

 Não há como construir uma vida melhor, turvando a consciência, profanando o que temos de mais sagrado, que é a paz interior. Pg: 71

 Markus Thayer faz uma mistura de aventura com ficção, nos trazendo conceitos científicos e também informações históricas. A leitura flui tranquilamente e a cada página ficamos mais curiosos sobre o destino dos aventureiros. Para mim, esse livro foi uma surpresa, pois, inicialmente acreditava tratar de algo, quando o rumo da história toma vias completamente diferentes do que eu achava.

O medo nasce da falta de fé. Pg: 133

 A única coisa que não gostei foi o excesso de informações científicas para explicar certos fenômenos, deixando um livro, em algumas poucas partes, meio chato. Porém, o livro é uma ótima diversão para quem procura uma mescla de aventura, ficção-científica e história. 

Quanto mais lutam contra alguma coisa, mais essa coisa se perpetua. Pg: 255


9 comentários:

Viviane disse...

Esse é um livro que na verdade nunca me chamou atenção pela capa, como muitos estão fazendo, mas sim pela sinopse, e agora pela sua resenha, que me instigou enormemente.
Parabéns, anotado para ser lido.
Beijão Anderson, saudades, vc faz falta gatinho *.*
Vivi
Razão e Resenhas

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Anderson! Já li Hathor e curti bastante. Abraços!

Babi Lorentz disse...

Eu gostei bastante da aventura criada por Thayer, assim como adorei o novo mundo, Hathor. Só não gostei muito de todo o romance envolto nas páginas. Achei muita coisa forçada.
Beijos.

Jooh disse...

Nossa! Parece um livro muito emocionante e uma história envolvendo livros eu adoro (coração de tinta rsrs) e com ficção científica, melhor ainda, nunca tinha me interessado por esse livro, mas gostei!
Parabéns pela resenha!
Bjs de Uma menina leitora
http://www.umameninaleitora.blogspot.com.br/

Kimberlly disse...

Ele parece ser bem interessante. Você pegou bem no final, quando disse que é bom para quem curte aventura, ficção-científica e história. Ou seja, é bom pra mim *-*
Beijos.
http://www.ultimoromance.com/

Lucas Geraldo disse...

A história desse livro é demais não? Estou muito curioso pra ler!
Abraços! (http://elektry.blogspot.com)

Raquel Garcia disse...

Lembro de ter visto a capa desse livro, que eu gostei muito, mas não lembro de ter lido a sinopse e muito menos uma resenha sobre ele.
Ele parece ser bem interessante e fiquei curiosa para saber mais sobre o tal mapa, mas não sei se leria, pelo menos por enquanto.
Também não gosto quando tem muitas informações científicas, num geral fico me sentindo perdida hahahah

mila disse...

adorei a resenha anderson, este parece ser um livro surpreendente mesmo, tirando a parte de ficcao cientifica que não sou muito chegada..

beijos
http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

Nicholas disse...

Oi, Andeson!
Acho essa capa legal demais *_*
Confesso que o enrendo n chama minha atenção, ainda mais depois de vc falar desse excesso de informação científica D:
Mas pra quem gosta do gênero deve ser um livro bem interessante.
Abraço,
Nicholas - Tudo por um livro.

Postar um comentário